World of Warcraft Shadowlands sofre alterações gráficas na China para atender Partido Comunista Chinês

Todos sabem que a ditadura na China alcança todos os cenários e não poderia ser diferente com jogos online e títulos grandes como World of Warcraft, MMORPG popular no mundo inteiro e que está disponível no país asiático a mais de uma década.

O Partido Comunista Chinês apenas permite que um jogo seja publicado e disponibilizado para o público, após atender certas condições, que incluem a remoção de nudez, muito sangue, corpos dilacerados, referências de morte ou elementos LGBT. O que faz com que produtoras precisem desenvolver versões de seus títulos alternativas a fim de serem aprovados no mercado chinês, e com a Blizzard não foi diferente. A última expansão de World of Warcraft, Shadowlands, foi alterada para atender estas expectativas e você confere abaixo o resultado.

World of Warcraft Shadowlands ameniza o processo de evolução e preparar os novos aventureiros para o que vem pela frente. Os jogadores subirão até o nível 50 antes de adentrarem as Terras Sombrias (novo nível máximo: 60), além de trazer novas formas de personalização, masmorras, PvP e muito mais

 

Esquerda representa versão chinesa e direita versão global

 

 

Apenas um amante dos games e tecnologia.

GAMIWORK
Logo
Enable registration in settings - general